• Horário de atendimento – Segunda à Sexta das 9 às 18 horas
O que você está buscando?

É fundamental que o sistema imune trabalhe em harmonia

O mundo é povoado por micro-organismos que podem ou não causar doenças e contém uma quantidade imensa de substâncias tóxicas ou alergênicas que ameaçam o equilíbrio natural do organismo humano. 

O homem (hospedeiro) deve tolerar ou reagir aos micro-organismos através do sistema imunológico. 

Os germes possuem diversos mecanismos pelos quais se replicam, disseminam e ameaçam as funções normais do corpo humano. Ao mesmo tempo em que o sistema imunológico se encarrega de eliminar micróbios nocivos e proteínas alergênicas, ele deve evitar respostas que produzam danos excessivos aos próprios tecidos (doenças autoimunes) ou que possam eliminar micróbios benéficos. 

O sistema imunológico é composto por um conjunto integrado de moléculas, células e órgãos que formam uma complexa rede envolvida na defesa do organismo. Este sistema protege a pele, os tratos respiratório, digestório e outras regiões do organismo em contato com antígenos estranhos, como micróbios (bactérias, fungos e parasitas), vírus, células tumorais e toxinas. Esta defesa é dividida em resposta imune inata e resposta imune adaptativa. 

A imunidade inata representa a primeira linha de defesa contra um patógeno intruso. Ela consiste em mecanismos de defesas celulares e bioquímicos que reage a estruturas presentes em grupos de microorganismos. A resposta imune inata do hospedeiro ocorre imediatamente ou horas após o contato com o patógeno. 

A imunidade adaptativa envolve um tempo mais prolongado entre a exposição ao antígeno e a resposta máxima. A marca da imunidade adaptativa é a capacidade para memória imunológica. Esta característica capacita o hospedeiro a montar uma resposta imune mais rápida e mais eficiente quando ocorre uma nova exposição aos patógenos. 

Todas as células e proteínas do sistema imune precisam trabalhar em harmonia para garantir que o indivíduo esteja em equilíbrio com a saúde. Fatores como estresse, poluição, privação do sono, desnutrição, entre outros, podem interferir quebrando este equilíbrio.

Referência: Abbas, Imunologia Celular e Molecular. Propriedades e visão geral das respostas Imunes. Capítulo 1. Edição 9ª, 2019.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

You may use these <abbr title="HyperText Markup Language">HTML</abbr> tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*